O que quer a comunidade de apoio? (3/5)

Primeiro, que os animais devem ter garantida a sua proteção e qualidade de vida, garantindo assim seus Direitos de Existência e Regeneração.

É importante também que os trabalhos da VOASP sejam imediatamente interrompidos.

É desejável que os diálogos tenham proteção e acompanhamento legal, garantindo o bom funcionamento da Democracia.

E permanecer, pelos seguintes motivos

regularização integral do terreno da Mata Ciliar, via decreto estadual, ainda não foi concluída pelo Governo do Estado e o objetivo desejável é que toda a área do corredor ecológico seja preservada, de forma integral.

Em diálogos com a Câmara Municipal de Jundiaí e a prefeitura Municipal, os envolvidos caminham para a determinação da área em uma Zona Especial de Proteção Ambiental (Zepam), prevista no Plano Diretor do município.

O movimento #SomosTodosMataCiliar deseja que sejam mantidas as condições de trabalho da Associação Mata Ciliar em seus serviços essenciais, principalmente ampliando o apoio ao cuidado na transferência dos animais sadios, que são transportados dos recintos de soltura para região da Serra do Japi, pois para esse fim é adequada uma proximidade com a Mata nativa.

Há também diálogos sobre diversas soluções para problemas na convivência com a concessionária, demonstrando a importância que o local tem para a comunidade.

A Associação mantém-se preocupada com os impactos negativos, custosos e o estresse no pedido de deslocamento de mais de 100 animais em reabilitação, no prazo de 48h.

Irrigado por Carlos Diego

El impacto de la COVID-19 en el sector del agua (7/7)

O quê está acontecendo com a Mata Ciliar? (1/5)